A reforma da Previdência de Mato Grosso do Sul foi aprovada e com isso 25% dos servidores estaduais vão contribuir com 14% a partir de maio de 2018. A proposta foi aprovada na Assembleia Legislativa nesta terça-feira (28) sob fortes protestos de sindicalistas depois de invasão do prédio e uso de bomba de efeito moral por parte da Polícia Militar.De acordo com o presidente da casa de leis, deputado Junior Mochi (PMDB), os parlamentares tinham de votar o projeto, que foi amplamente discutido com as categorias.


"Não houve entendimento entre as partes, por isso o confronto hoje. A Assembleia não poderia se acovardar, tínhamos de vir ao plenário para votar". Agora, o projeto retorna para o governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), autor da medida, para que seja sancionado.Manifestantes tentando entrar na Assembleia. (Foto: Marcos Ermínio).

Como fica - O projeto inicial previa que todos os 75 mil servidores pagassem 14% de contribuição a título da Previdência. Agora, somente trabalhadores que recebem acima do teto do INSS, que é de R$ 5.545, o que representa 25% dos servidores, terão de pagar o acréscimo a partir de maio de 2018. Outros 75% vão continuar pagando 11%.

Outra mudança - apresentada por meio de emenda dos deputados ontem - obriga o governo a recompor o fundo previdenciário em 3%, utilizando parte dos recursos destinados aos poderes.

Os 14% de contribuição começarão a ser pagos em maio de 2018 de forma integral. Antes, o governo propôs que o acréscimo fosse progressivo, com 1% a cada ano até chegar em 2020 com 14%.

O principal questionamentos dos servidores contrários, no entanto, foi aprovado também. Os dois fundos de contribuição serão unificados.

O problema, conforme disseram os manifestantes ao longo do mês, é que um dos fundos apresenta superávit de R$ 397 milhões e outro um déficit próximo a R$ 400 milhões. Um dos temores é que, unificando o fundo "bom" ao "ruim", seja criado um único fundo deficitário.

Votos - A medida foi aprovada por 13 votos favoráveis e 7 contrários. Dos 24 deputados estaduais, 20 votaram – o presidente da Assembleia, Junior Mochi, não vota e três parlamentares estavam ausentes.

Os deputados da bancada do PSDB, Beto Pereira, Mara Caseira, Onevan de Matos, Rinaldo Modesto, Felipe Orro e Enelvo Feline, votaram a favor da proposta do Governo do Estado.

Também aprovaram a reforma Herculano Borges (SD), Paulo Corrêa (PR), George Takimoto (PDT), Zé Teixeira (DEM) e os parlamentares do PMDB, Antonieta Amorim, Eduardo Rocha, Márcio Fernandes e Renato Câmara.

Foram contra os deputados Coronel David (PSC), Paulo Siufi (PMDB), Lídio Lopes (PEN) e os quatro deputados do PT – Pedro Kemp, Cabo Almi, João Grandão e Amarildo Cruz.

Estavam ausentes Felipe Orro (PSDB), Maurício Picarelli (PMDB) e Grazielle Machado (PR).

Confusão - Momentos antes e a votação em si foram marcadas por muita confusão, que resultou em invasão dos manifestantes e uso de bomba de gás de efeito moral por parte do Batalhão de Choque da Polícia Militar.

O vidro de uma das portas de entrada da Assembleia foi quebrado durante o protesto. Dentro do plenário, policiais fizeram corredor entre o plenário e a plateia de forma a impedir que os sindicalistas invadissem a área onde ficam os deputados.

Read more...

O protesto realizado na manhã desta terça-feira (28) por cerca de mil servidores estaduais na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul causou transtornou para milhares de pais de alunos em todo o estado, que não puderam ir trabalhar.

Read more...

Em dia de segunda votação do projeto de reforma da Previdência estadual, o clima é tenso em meio ao servidores acampados desde ontem (27) na Assembleia Legislativa, em Campo Grande. Na entrada do Parque dos Poderes, equipes da Polícia Militar, Polícia de Trânsito, Cavalaria da PM e Corpo de Bombeiros, com o uso de drones, fazem a segurança.

Read more...

Com mais chuvas que o habitual, quem mora nos municípios cercados por rios já começa a se preocupar com alagamentos. O Rio Miranda, por exemplo, que passa pela cidade de mesmo nome e tem vários povoados às margens, já registrou sete metros de lâmina d’água, quando o normal é quatro metros.

Read more...

Morreu na tarde de hoje, o ex-prefeito de Bonito, Leonel Lemos de Souza Brito, conhecido como "Leleco", de 54 anos. Ele enfrentava um câncer no intestino desde o fim do ano passado, quando chegou a pedir afastamento da prefeitura para tratar a doença.

Read more...

Combustível até 40% mais barato no lado paraguaio está “matando” o movimento de postos de Ponta Porã, cidade a 323 km de Campo Grande, na fronteira com o Paraguai. Após a mais recente alta autorizada pela Petrobras, a gasolina comum se aproxima dos R$ 3,90 na cidade sul-mato-grossense, mas basta atravessar a imaginária Linha Internacional para encher o tanque por R$ 2,70.

Read more...

A empresa telefônica Vivo foi condenada pela Justiça estadual a pagar R$ 5 milhões em indenização por falha na prestação de serviço de telefonia móvel e internet. A ação foi impretada pela Promotoria de Bela Vista e analisada pelo juiz local, Vinicius Pedrosa. O caso ainda cabe recurso em instâncias superiores - ou seja, ainda não tem validade prática.

Read more...

A operação Deriva II, voltada ao combate de irregularidades na aplicação de agrotóxicos por empresas de aviação agrícola, já contabiliza R$ 2,9 milhões em multas e 23 aeronaves interditadas.

Read more...

 

 

 

 

Você sabia que 80% dos focos de Aedes Aegypti são encontrados em materiais inservíveis? É o que revela o relatório da coordenadoria de Controle de Endemias Vetoriais, órgão ligado à Sesau (Secretarua Municipal de Saúde), que mostrou que de janeiro a outubro de 1017 foram encontrados mais de 1.000 focos de dengue em embalagens vazias, como garrafas pet, sacos de supermercado e potes.

 

 

 

 

Read more...

Após a chuvarada da noite desta terça-feira (21), o tempo amanheceu nublado em Campo Grande e previsão é de pancadas de chuva e trovoadas no norte e nordeste do Estado. Nas demais áreas, céu parcialmente fechado com pancadas e trovoadas isoladas. A temperatura máxima no Estado deve ficar na casa dos 32ºC nesta quarta-feira (22)

Read more...